Arquivo da categoria: Exercícios

6 Questões de geografia na segunda fase da Fuvest 2020

Continuar lendo 6 Questões de geografia na segunda fase da Fuvest 2020

eNEM 2019: QUESTÕES DE GEOGRAFIA

Questões de geografia no Enem 2019.

QUESTÕES

Questão 1 (ENEM 2019) A pegada ecológica gigante que estamos a deixar no planeta está a transformá-to de tal forma que os especialistas consideram que já entramos numa nova época geológica, o Antropoceno. E muitos defendem que, se não travarmos a crise ambiental, mais rapidamente transformaremos a Terra em Vênus do que iremos a Marte. A expressão “Antropoceno” é atribuída ao químico e prêmio Nobel Paul Crutzen, que a propôs durante uma conferência em 2000, ao mesmo tempo que anunciou o fim do Holoceno – a época geológica em que os seres humanos se encontram há cerca de 12 mil anos, segundo a União Internacional das Ciências Geológicas (UICG), a entidade que define as unidades de tempo geológicas.

SILVA, R. D. Antropoceno: e se formos os últimos seres vivos a alterar a Terra? Disponível em: www.publico.pt. Acesso em: 5 dez. 2017 (adaptado).

A concepção apresentada considera a existência de uma nova época geológica concebida a partir da capacidade de influência humana nos processos

a) eruptivos.

b) exógenos.

c) tectônicos.

d) magmáticos.

e) metamórficos.

Questão 2 (ENEM 2019)

Disponível em http://www.ibge.gov.br.

A geração de imagens por meio da tecnologia ilustrada depende da variação do(a):

a) Albedo dos corpos físicos.

b) Profundidade do lençol freático.

c) Campo de magnetismo terrestre.

d) Qualidade dos recursos minerais.

e) Movimento de translação planetária.

Questão 3 (ENEM 2019) Dizem que Humboldt, naturalista do século XIX, maravilhado pela geografia, flora e fauna da região sul-americana, via seus habitantes como se fossem mendigos sentados sobre um saco de ouro, referindo-se a suas incomensuráveis riquezas naturais não exploradas. De alguma maneira, o cientista ratificou nosso papel de exportadores de natureza no que seria o mundo depois da colonização ibérica: enxergou-nos como territórios condenados a aproveitar os recursos naturais existentes. ACOSTA, A. Bem viver: uma oportunidade para imaginar outros mundos. São Paulo: Elefante, 2016 (adaptado).

A relação entre ser humano e natureza ressaltada no texto refletia a permanência da seguinte corrente filosófica:

A) Relativismo cognitivo.

B) Materialismo dialético.

C) Racionalismo cartesiano.

D) Pluralismo epistemológico.

E) Existencialismo fenomenológico

Questão 4 (ENEM 2019) O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) está investigando o extermínio de abelhas por intoxicação por agrotóxicos em colmeias de São Paulo e Minas Gerias. Os estudos com inseticidas do tipo neonicotinoides devem estar concluídos no primeiro semestre de 2015. Trata-se de um problema de escala mundial, presente, inclusive, em países do chamado primeiro mundo, e que traz, como consequência, grave ameaça aos seres vivos do planeta, inclusive ao homem. 

IBAMA. Polinizadores em risco de extinção são ameaça à vida do ser humano. Disponível em: http://www.mma.gov.br. Acesso em: 10 mar. 2014.

 Qual solução para o problema apresentado garante a produtividade da agricultura moderna? 

a) Preservação da área de mata ciliar. 

b) Adoção da prática de adubação química. 

c) Utilização da técnica de controle biológico. 

d) Ampliação do modelo de monocultura tropical. 

e) Intensificação da drenagem do solo de várzea.

Questão 5 (ENEM 2019)

Brasil, Alemanha, Japão e Índia pedem reforma do Conselho de Segurança

Os representantes do G4 (Brasil, Alemanha, Índia e Japão) reiteraram, em setembro de 2018, a defesa pela ampliação do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) durante reunião em Nova York (Estados Unidos). Em declaração conjunta, de dez itens, os chanceleres destacaram que o órgão, no formato em que está, com apenas cinco membros permanentes e dez rotativos, não reflete o século 21. “A reforma do Conselho de Segurança é essencial para enfrentar os desafios complexos de hoje. Como aspirantes a novos membros permanentes de um conselho reformado, os ministros reiteraram seu compromisso de trabalhar para fortalecer o funcionamento da ONU e da ordem multilateral global, bem como seu apoio às respectivas candidaturas”, afirma a declaração conjunta.

Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br. Acesso em: 7 dez. 2018 (adaptado).

Os países mencionados no texto justificam sua pretensão com base na seguinte característica comum:

A) Extensividade de área territorial.

B) Protagonismo em escala regional.

C) Investimento em tecnologia militar.

D) Desenvolvimento de energia nuclear.

E) Disponibilidade de recursos minerais

Questão 6 (ENEM 2019) A reestruturação global da indústria, condicionada pelas estratégias de gestão global da cadeia de valor dos grandes grupos transnacionais, promoveu um forte deslocamento do processo produtivo, até mesmo de plantas industriais inteiras, e redirecionou os fluxos de produção e de investimento. Entretanto, o aumento da participação dos países em desenvolvimento no produto global deu-se de forma bastante assimétrica quando se compara o dinamismo dos países do leste asiático com o dos demais países, sobretudo os latino-americanos, no período 1980-2000.

SARTI, F.; HIRATUKA, C. Indústria mundial: mudanças e tendências recentes. Campinas: Unicamp, n. 186, dez. 2010.

A dinâmica de transformação da geografia das indústrias descrita expõe a complementaridade entre dispersão espacial e

A) autonomia tecnológica.

B) crises de abastecimento.

C) descentralização política.

D) concentração econômica.

E) compartilhamento de lucros

Questão 7 (ENEM 2019)

Regiões áridas e semiáridas do mundo

SALGADO-LABOURIAL, M. L. História ecológica da Terra. São Paulo: Edgard Blucher, 1994 (adaptado)

No Hemisfério Sul, a sequência latitudinal dos desertos representada na imagem sofre uma interrupção no Brasil devido à seguinte razão:

a) Existência de superfícies de intensa refletividade.

b) Preponderância de altas pressões atmosféricas.

c) Influência de umidade das áreas florestais.

d) Predomínio de correntes marinhas frias.

e) Ausência de massas de ar continentais.

Questão 8 (ENEM 2019)

Disponível em: https://hypescience.com. Acesso em: 1 dez. 2018 (adaptado).

A divisão política do mundo como apresentada na imagem seria possível caso o planeta fosse marcado pela estabilidade do(a)

a) ciclo hidrológico.

b) processo erosivo.

c) estrutura geológica.

d) índice pluviométrico.

e) pressão atmosférica.

Questão 9 (ENEM 2019)

TEXTO I

Deixa esse som te embalar

 Terminam nas águas do mar

Quando amanhã por acaso faltar

Uma alegria no seu coração

Lembra do som dessas águas de lá

Faz desse rio a sua oração.

MONTE, M. et al. O rio. In: . Rio de Janeiro: Sony; Universal Music, 2006 (fragmento).

TEXTO II – O atrativo ecoturístico não é somente o banho de cachoeira, sentar e caminhar pela praia, cavalgar, mas conhecer a biodiversidade, às vezes supostamente tocar em corais, sair ao encontro de dezenas de jacarés em seu hábitat natural são símbolos que fascinam um ecoturista. A natureza é transformada em espetáculo diferente da vida urbana moderna.

SANTANA, P. V. Ecoturismo: uma indústria sem chaminé? São Paulo: Labur Edições, 2008.

São identificadas nos textos, respectivamente, as seguintes posturas em relação à natureza:

A) Exploração e romantização.

B) Sacralização e profanação.

C) Preservação e degradação.

D) Segregação e democratização.

E) Idealização e mercantilização.

Questão 10 (ENEM 2019) A maior parte das agressões e manifestações discriminatórias contra as religiões de matrizes africanas ocorrem em locais públicos (57%).Éna rua, na via pública, que tiveram lugar mais de 2/3 das agressões, geralmente em locais próximos às casas de culto dessas religiões. O transporte público também é apontado como um local em que os adeptos das religiões de matrizes africanas são discriminados, geralmente quando se encontram paramentados por conta dos preceitos religiosos.

REGO, L. F.; FONSECA, D. P. R.; GIACOMINI, S. M. Cartografia social de terrenos no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2014.

As práticas descritas no texto são incompatíveis com a dinâmica de uma sociedade laica e democrática porque

A) asseguram as expressões multiculturais.

B) promovem a diversidade de etnias.

C) falseiam os dogmas teológicos.

D) estimulam os rituais sincréticos.

E) restringem a liberdade de credo.

Questão 11 (ENEM 2019) A comunidade de Mumbuca, em Minas Gerais, tem uma organização coletiva de tal forma expressiva que coopera para o abastecimento de mantimentos da cidade do Jequitinhonha, o que pode ser atestado pela feira aos sábados. Em Campinho da Independência, no Rio de Janeiro, o artesanato local encanta os frequentadores do litoral sul do estado, além do restaurante quilombola que atende aos turistas.

ALMEIDA, A. W. B. (Org.). Cadernos de debates nova cartografia social: Territórios quilombolas e conflitos. Manaus: Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia; UEA Edições, 2010 (adaptado).

No texto, as estratégias territoriais dos grupos de remanescentes de quilombo visam garantir: A) Perdão de dívidas fiscais.

B) Reserva de mercado local.

C) Inserção econômica regional.

D) Protecionismo comercial tarifário.

E) Benefícios assistenciais públicos.

Questão 12 (ENEM 2019) Localizado a 160 km da cidade de Porto Velho (capital do estado de Rondônia), nos limites da Reserva Extrativista Jaci-Paraná e Terra Indígena Karipunas, o povoado de União Bandeirantes surgiu em 2000 a partir de movimentos de camponeses, madeireiros, pecuaristas e grileiros que, à revelia do ordenamento territorial e diante da passividade governamental, demarcaram e invadiram terras na área rural fundando a vila. Atualmente, constitui-se na região de maior produção agrícola e leiteira do município de Porto Velho, fornecendo, inclusive, alimentos para a Hidrelétrica de Jirau.

SILVA, R. G. C. Amazônia globalizada — o exemplo de Rondônia. Confins, n. 23, 2015 (adaptado).

A dinâmica de ocupação territorial descrita foi decorrente da

A) mecanização do processo produtivo.

B) adoção da colonização dirigida.

C) realização de reforma agrária.

D) ampliação de franjas urbanas.

E) expansão de frentes pioneiras.

Questão 13 (ENEM 2019) No sistema capitalista, as muitas manifestações de crise criam condições que forçam a algum tipo de racionalização. Em geral, essas crises periódicas têm o efeito de expandir a capacidade produtiva e de renovar as condições de acumulação. Podemos conceber cada crise como uma mudança do processo de acumulação para um nível novo e superior.

HARVEY, D. A produção capitalista do espaço. São Paulo: Annablume, 2005 (adaptado).

A condição para a inclusão dos trabalhadores no novo processo produtivo descrito no texto é a A) associação sindical.

B) participação eleitoral.

C) migração internacional.

D) qualificação profissional.

E) regulamentação funcional.

Questão 14 (ENEM 2019)

Fala-se aqui de uma arte criada nas ruas e para as ruas, marcadas antes de tudo pela vida cotidiana, seus conflitos e suas possibilidades, que poderiam envolver técnicas, agentes e temas que não fossem encontrados nas instituições mais tradicionais e formais.

VALVERDE, R. R. H. F. Os limites da inversão: a heterotopia do Beco do Batman. Boletim Goiano de Geografia (Online). Goiânia, v. 37, n. 2, maio/ago. 2017 (adaptado).

A manifestação artística expressa na imagem e apresentada no texto integra um movimento contemporâneo de

A) regulação das relações sociais.

B) apropriação dos espaços públicos.

C) padronização das culturas urbanas.

D) valorização dos formalismos estéticos.

E) revitalização dos patrimônios históricos.

Questão 15 (ENEM 2019) Saudado por centenas de militantes de movimentos sociais de quarenta países, o papa Francisco encerrou no dia 09/07/2015 o 2º Encontro Mundial dos Movimentos Populares, em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia. Segundo ele, a “globalização da esperança, que nasce dos povos e cresce entre os pobres, deve substituir esta globalização da exclusão e da indiferença”.

Disponível em: http://cartamaior.com.br. Acesso em: 15 jul. 2015 (adaptado). No texto há uma crítica ao seguinte aspecto do mundo globalizado:

A) Liberdade política.

B) Mobilidade humana.

C) Conectividade cultural.

D) Disparidade econômica.

E) Complementaridade comercial.

Questão 16 (ENEM 2019) A Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada e proclamada pela Assembleia Geral da ONU na Resolução 217-A, de 10 de dezembro de 1948, foi um acontecimento histórico de grande relevância. Ao afirmar, pela primeira vez em escala planetária, o papel dos direitos humanos na convivência coletiva, pode ser considerada um evento inaugural de uma nova concepção de vida internacional.

LAFER, C. Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948). In: MAGNOLI, D. (Org.). História da paz. São Paulo: Contexto, 2008.

A declaração citada no texto introduziu uma nova concepção nas relações internacionais ao possibilitar a

A) superação da soberania estatal.

B) defesa dos grupos vulneráveis.

C) redução da truculência belicista.

D) impunidade dos atos criminosos.

E) inibição dos choques civilizacionais.

Questão 17 (ENEM 2019) O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realizou 248 ações fiscais e resgatou um total de 1 590 trabalhadores da situação análoga à de escravo, em 2014, em todo o país. A análise do enfrentamento do trabalho em condições análogas às de escravo materializa a efetivação de parcerias inéditas no trato da questão, podendo ser referenciadas ações fiscais realizadas com o Ministério da Defesa, Exército Brasileiro, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Disponível em: http://portal.mte.gov.br. Acesso em: 4 fev. 2015 (adaptado). A estratégia defendida no texto para reduzir o problema social apontado consiste em:

A) Articular os órgãos públicos.

B) Pressionar o Poder Legislativo.

C) Ampliar a emissão das multas.

D) Limitar a autonomia das empresas.

E) Financiar as pesquisas acadêmicas

Questão 18 (ENEM 2019) O bônus demográfico é caracterizado pelo período em que, por causa da redução do número de filhos por mulher, a estrutura populacional fica favorável ao crescimento econômico. Isso acontece porque há proporcionalmente menos crianças na população, e o percentual de idosos ainda não é alto.

GOIS, A. O Globo, 5 abr. 2015 (adaptado).

A ação estatal que contribui para o aproveitamento do bônus demográfico é o estímulo à

A) atração de imigrantes.

B) elevação da carga tributária.

C) qualificação da mão de obra.

D) admissão de exilados políticos.

E) concessão de aposentadorias.

Questão 19 (ENEM 2019)

Os moradores de Utqiagvik passaram dois meses quase totalmente na escuridão

Os habitantes desta pequena cidade no Alasca — o estado dos Estados Unidos mais ao norte — já estão acostumados a longas noites sem ver a luz do dia. Em 18 de novembro de 2018, seus pouco mais de 4 mil habitantes viram o último pôr do sol do ano. A oportunidade seguinte para ver a luz do dia ocorreu no dia 23 de janeiro de 2019, às 13 h 04 min (horário local).

Disponível em: http://www.bbc.com. Acesso em: 16 maio 2019 (adaptado).

O fenômeno descrito está relacionado ao fato de a cidade citada ter uma posição geográfica condicionada pela

A) continentalidade.

B) maritimidade.

C) longitude.

D) latitude.

E) altitude.

Questão 20 (ENEM 2019) A fome não é um problema técnico, pois ela não se deve à falta de alimentos, isso porque a fome convive hoje com as condições materiais para resolvê-la. 

PORTO-GONÇALVES, C. W. Geografia da riqueza, fome e meio ambiente. In: OLIVEIRA, A. U.; MARQUES, M. I. M. (Org.). O campo no século XXI: território de vida, de luta e de construção da justiça social. São Paulo: Casa Amarela; Paz e Terra, 2004 (adaptado). 

O texto demonstra que o problema alimentar apresentado tem uma dimensão política por estar associado ao(à)
a) escala de produtividade regional. 

b) padrão de distribuição de renda. 

c) dificuldade de armazenamento de grãos. 

d) crescimento da população mundial. 

e) custo de escoamento dos produtos. 

GABARITO

Questão 1: alternativa B

Questão 2: alternativa A

Questão 3: alternativa C

Questão 4: alternativa C

Questão 5: alternativa B

Questão 6: alternativa D

Questão 7: alternativa C

Questão 8: alternativa C

Questão 9: alternativa E

Questão 10: alternativa E

Questão 11: alternativa C

Questão 12: alternativa E

Questão 13: alternativa D

Questão 14: alternativa B

Questão 15: alternativa C

Questão 16: alternativa B

Questão 17: alternativa A

Questão 18: alternativa C

Questão 19: alternativa D

Questão 20: alternativa B