Unesp 2021: segunda fase

Confira as questões e correções da Unesp da segunda fase.

Devido a pandemia do Covid-19, o vestibular da Unesp 2021 sofreu modificações em sua estrutura desde a primeira fase. Na segunda fase, que ocorreu em 08 de maio, as mudanças foram questões objetivas e temas menos aprofundados.

Questões da Unesp 2021 da segunda fase

1. (UNESP 2021) A revolução das telecomunicações, iniciada no Brasil dos anos 70, foi um marco no processo de reticulação do território. Novos recortes espaciais, estruturados a partir de forças centrípetas e centrífugas, decorriam de uma nova ordem, de uma divisão territorial do trabalho em processo de realização. Do telégrafo ao telefone e ao telex, do fax e do computador ao satélite, à fibra óptica e à Internet, o desenvolvimento das telecomunicações participou vigorosamente do jogo entre separação material das atividades e unificação organizacional dos comandos.

(Milton Santos e María Laura Silveira. O Brasil, 2006.)

No Brasil, a revolução das telecomunicações possibilitou

A) o avanço de indicadores sociais, uma vez que facilitou o contato entre pessoas que habitam regiões remotas.

B) o anonimato em mensagens eletrônicas, ainda que infor- mações pessoais alimentem bancos de dados de empre- sas privadas.

C) a participação das cidades na globalização, o que uniformizou as possibilidades de apropriação dos espaços pelo capital.

D) a desconcentração industrial paulista, embora os centros corporativos estratégicos tenham permanecido centralizados.

E) o rompimento do paradigma técnico-científico-informacional, o que contribuiu para democratizar a troca de mensagens entre as pessoas.

2. (Unesp 2021) O crescimento horizontal, conceito demográfico importante para a compreensão do processo de formação da população brasileira, caracteriza-se

A) pela manutenção no território de povos dele originários, especificamente comunidades indígenas estabelecidas antes do século XVI.

B) pelo saldo positivo na participação de imigrantes na população, sobretudo de portugueses entre os séculos XVI e XX.

C) pelo espraiamento na base da pirâmide etária nacional, fato que possibilitou a ocupação e a posse territorial entre os séculos XVI e XVIII.

D) pela ampliação da longevidade, que aumentou em números absolutos a densidade demográfica nacional no século XX.

E) pela disparidade entre as taxas de natalidade e de mortalidade, condição que contribuiu para o bônus demográfico no século XX.

3. (Unesp 2021)Examine os blocos-diagramas.

(IBGE. Manual técnico da vegetação brasileira, 2012.)

Esses blocos-diagramas apresentam fisionomias

A) da campinarana, formação típica da Amazônia.

B) da savana, formação típica da região Centro-Oeste.

C) da caatinga, formação típica do sertão nordestino.

D) da restinga, formação típica das planícies costeiras.

E) da pradaria, formação típica dos pampas gaúchos.

4) (Unesp 2021) Métodos sinóticos, estatísticos e físicos são comumente empregados para

A) realizar a previsão do tempo, cuja precisão relaciona-se com o período de tempo desejado.

B) aprimorar os modelos de intervenção urbanística, cuja intenção social demanda equipamentos públicos específicos.

C) formular o plano diretor, cuja análise demonstra para os gestores as potencialidades de cada espaço.

D) elaborar a modelagem do relevo, cuja análise interessa a setores estratégicos de exploração mineral.

E) propor novas rotas de cabotagem, cujas informações comerciais subsidiam a tomada de decisão entre países parceiros.

5) (Unesp 2021)No mundo todo, o trato do lixo aparece como um ramo da nova dark economy, um negócio em que empresas agem em simbiose com o crime organizado, as chamadas ecomáfias. Se levarmos em conta que o comércio mundial faz transitar entre os portos cerca de 500 milhões de contêineres por ano, pode-se ter uma ideia da dificuldade de se deter o aumento do tráfico ilegal de lixo. Estima-se que 16% das exportações de lixo pelo porto de Rotterdam sejam ilegais. E nos outros portos europeus, como os de Antuérpia e Hamburgo, a porcentagem de exportações ilegais de lixo deve ser maior, inclusive porque as multas são baixas.

(Luiz César Marques Filho. Capitalismo e colapso ambiental, 2018. Adaptado.)

A exportação de materiais potencialmente tóxicos contraria o estabelecido

A) na Convenção de Basileia sobre o controle de movimentos transfronteiriços de resíduos perigosos e seu depósito.

B)na Convenção de Genebra sobre o direito humanitário internacional à recuperação e à proteção do meio ambiente.

C) no Protocolo de Cartagena sobre a biossegurança no campo da transferência, da manipulação e do uso seguro de resíduos.

D) no Acordo de Paris sobre alterações climáticas provocadas pela interferência humana negativa no planeta.

E) no Protocolo de Montreal sobre a substituição de substâncias nocivas ao meio ambiente em bens de consumo não duráveis.

6) (Unesp 2021) Examine os mapas e leia o excerto.

(https://cdn.britannica.com. Adaptado.)

Essa área da Ásia Central é um lembrete forte do impacto que temos no planeta. Na década de 1960, era o quarto maior corpo de água interior da Terra. Apenas algumas décadas depois, ele quase desapareceu: cobria 68 000 quilômetros quadrados em 1960, agora é 85% menor, devido a ações humanas.

(Joe Myers. www.weforum.org, 21.02.2020. Adaptado.)

O corpo de água representado no mapa e problematizado no excerto corresponde ao

A) Mar Morto, que teve sua capacidade comprometida ao servir, sem custos, os cinturões industriais de seu entorno.

B) Mar Morto, que apresentou balanço hídrico negativo e aumento excessivo na salinidade de suas águas.

C) Mar de Aral, que teve sua extensão reduzida em resposta à criação, a montante, de reservatórios para hidrelétricas.

D) Mar de Aral, que sofreu redução ao longo das últimas décadas pelo desvio de suas águas para a irrigação de cultivos.

E) Mar Morto, que perdeu seu volume ao servir de recarga para o aquífero transfronteiriço de maior extensão no continente asiático.

Gabarito

1) – Alternativa D. Confira a resolução

2) –  Alternativa  B.

3) – Alternativa A.

4) – Alternativa A

5) – Alternativa  A

6) – Alternativa D

Veja também

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s