Unesp 2018: questões dissertativas

Confira as questões de geografia da segunda fase da Unesp 2018, vestibular de verão.

1. (Unesp 2018)  Examine a tabela.

a) Qual era o produto que, no período 1841/50, representava o maior percentual sobre o valor do conjunto das exportações brasileiras? Esboce, no plano cartesiano a seguir, um gráfico que demonstre o comportamento da exportação desta mercadoria durante todo o período compreendido pela tabela (1821/80).

b) Qual foi a mercadoria que sofreu maior oscilação percentual sobre o valor do conjunto das exportações brasileiras na passagem do período 1851/60 para o período 1861/70? Aponte o principal motivo dessa oscilação.

2) A Transamazônica inscrevia-se também nesse amálgama Geopolítica-Segurança Nacional. No caso da Amazônia, o projeto da corrente nacionalista de direita do Exército era o de povoar, mas as contingências do tempo e do capital não seguiam mais as fórmulas pombalinas. Assim, na impossibilidade de povoar com gente – seria necessária a migração de toda a população brasileira para chegar-se a taxas de densidade razoáveis no vasto território amazônico – optou-se pelo povoamento com interesses: a Zona Franca de Manaus configura-se como uma modalidade de povoamento por meio de interesses constituídos. A própria Transamazônica era uma estratégia mista de povoamento populacional e de interesses. (Francisco de Oliveira. “A reconquista da Amazônia”. Novos Estudos Cebrap, março de 1994. Adaptado.)

a) Em que período da história brasileira foi proposto e iniciado o projeto de construção da rodovia Transamazônica? Qual semelhança o texto estabelece entre o projeto de construção da Transamazônica e a constituição da Zona Franca de Manaus?

b) Qual foi a justificativa dada pelo governo federal para a abertura da estrada? A que se refere a afirmação de que “A Transamazônica inscrevia-se também nesse amálgama Geopolítica-Segurança Nacional”?

3. (Unesp 2018) 

a) Considerando os diferentes níveis de desenvolvimento socioeconômico, identifique os tipos de países correspondentes às pirâmides etárias do modelo 1 e do modelo 2.

b) Cite uma causa comum aos países do modelo 1 para a mudança no número de jovens no período 2015-2050. Apresente uma consequência da alteração na proporção de idosos nos países do modelo 2 no período 1980-2015.

4. (Unesp 2018)  Analise a representação cartográfica do estado de São Paulo.

a) Caracterize dois fatores naturais do Oeste Paulista que condicionam o seu grau de suscetibilidade à erosão.

b) Os processos erosivos podem ser minimizados ou controlados com a aplicação de práticas conservacionistas. Dentre as práticas, cite uma de caráter edáfico e outra de caráter mecânico.

5 (Unesp 2018)  A organização do espaço nas cidades promove modificações na superfície e na atmosfera, afetando as condições de funcionamento dos componentes do sistema climático, conforme ilustram as figuras 1 e 2.

a) Identifique o fenômeno representado na figura 1 e explique a sua formação com base na análise das informações da figura 2.

b) Indique duas estratégias de mitigação das anomalias microclimáticas associadas aos centros urbanos.

6. (Unesp 2018)  O sensoriamento remoto é a técnica que permite a obtenção de informações acerca de objetos, áreas ou fenômenos localizados na superfície terrestre. O termo restringe-se à utilização de energia eletromagnética no processo de obtenção de informações, as quais podem ser apresentadas na forma de imagens, sendo as mais utilizadas, atualmente, aquelas captadas por sensores ópticos orbitais instalados em satélites, como ilustrado na figura.

a) Considerando a fonte de emissão de energia, especifique o tipo de sensor representado na figura e descreva o seu funcionamento.

b) Mencione duas aplicações dos produtos derivados do sensoriamento remoto.

GABARITO

1) a) Café. Basta o aluno observar na tabela que ao longo do século XIX, o café ganhou importância na pauta de exportação, tornando-se o produto mais importante da economia brasileira durante o Segundo Reinado, 1840-1889 e República Velha, 1889-1930. O salto gigantesco se deu nas décadas de 1820/30 saindo de 18,4% para 43,8%, na década de 1840 caiu levemente para 41,4%, volta a subir na década de 1850 para 48,8%, caiu novamente na década de 1860 para 45,5% e aumentou bem na década de 1870 para 56,6%. Observe o gráfico a seguir:

b) De 1851-1860 até o período 1861-1870, o produto de exportação com a maior oscilação foi o algodão. Aumento expressivo de 6,2% para 18,3%. A principal razão da oscilação foi o advento da Guerra de Secessão nos Estados Unidos entre o norte e o sul (latifúndios monocultores com trabalho escravo). Com a diminuição da produção e exportação norte-americana, houve um curto período de elevação das exportações brasileiras com algodão produzido principalmente na região Nordeste.  

2) Resposta do ETAPA:

a) A proposta da construção da rodovia Transamazônica ocorreu durante o período do presidente Emílio Garrastazu Médici (1969-1974). A sua inauguração ocorreu em 1972 ainda inacabada, durante o regime militar (1964-1985). A semelhança entre o projeto da Transamazônica e a constituição da Zona Franca de Manaus era o povoamento. A Zona Franca seria um povoamento “com interesses” e a Transamazônica uma “estratégia mista de povoamento populacional e de interesses”.

 b) O governo federal na época argumentava que a rodovia visava ocupar a Amazônia, integrando-a à nação. A grande preocupação das Forças Armadas era garantir a segurança nacional em áreas da fronteira norte, vista como um “vazio demográfico”. A colonização da Amazônia resultaria na integração econômica e no desenvolvimento da Região Norte, tornando-se, dessa forma, uma estratégia de domínio do território e de exploração dos recursos naturais

3) a) A pirâmide 1 corresponde a de país subdesenvolvido emergente. Em 1980, apresentava alta taxa de natalidade (base larga: elevado contingente de jovens) e baixa expectativa de vida (topo: pequeno porcentual de terceira idade). Em 2015, observa-se que houve diminuição na taxa de natalidade e uma elevação na expectativa de vida. A pirâmide 2 é de país desenvolvido que entre 1980 e 2050 mantém o padrão de baixa taxa de fecundidade e alta expectativa de vida.

b) Os países desenvolvidos (modelo 1) mantém taxa de natalidade baixa e estável. Muitos países estão adotando políticas natalistas para manter ou elevar a taxa de natalidade. Uma das consequências da alteração na proporção de idosos nos países emergentes (modelo 2) como o Brasil é o aumento dos custos com previdência social e saúde pública.  

4) a) O Oeste Paulista se insere nos Planaltos e Chapadas da Bacia do Paraná. Entre os fatores naturais que explicam a alta vulnerabilidade à erosão é a alta pluviosidade (erosão pluvial) associada ao clima tropical (principalmente no verão) e a presença da bacia hidrográfica do Paraná (erosão fluvial). Entre outros fatores, a ocorrência de alguns solos com textura arenosa, mais susceptíveis à erosão.

b) Para minimizar a erosão, uma medida de caráter edáfico (ou pedológico: relativo às características do solo) pode se o reflorestamento com o objetivo de estimular o desenvolvimento dos horizontes O e A com matéria orgânica. Outras possibilidades são o plantio direto (realizado com manutenção dos restos orgânicos da safra anterior: reduz a erosão e eleva a fertilidade do solo) e a rotação de culturas. Uma medida de natureza mecânica seria realizar o cultivo em curvas de nível ou terraceamento no intuito de diminuir a velocidade de escoamento superficial da água, reduzir erosão e aumentar a infiltração de água no solo.  

5) a) Na figura 1, observa-se o fenômeno da ilha de calor nos centros urbanos em decorrência da maior densidade de edifícios, concreto e asfalto. Superfícies como o telhado e pavimentos escuros apresentam maior absorção de radiação e reflexão baixa para a atmosfera (albedo).

b) Entre as estratégias para mitigar (reduzir) as ilhas de calor que causam desconforto térmico nas cidades, podemos citar a implantação de áreas verdes (arborização de ruas, canteiros centrais de avenidas, novas praças, parques e unidades de conservação). As superfícies florestadas absorvem menos e refletem mais radiação. Outra medida é modificar casas e prédios, como pintar telhados de branco, implantar jardins verticais e implantar jardins e hortas na parte superior dos edifícios.  

6) a) O sensoriamento remoto constitui um conjunto de tecnologias que objetivam obter imagens da superfície terrestre à longa distância. O tipo de sensor conforme a fonte de emissão de energia é o passivo. Isto é, a imagem é obtida através de radiação eletromagnética gerada por fontes naturais (Sol). O sensor recebe a energia refletida pelos diferentes objetos na superfície terrestre. Isto acontece com parte das imagens de satélites.

b) Entre as aplicações dos produtos derivados do sensoriamento remoto destaca-se a interpretação das modificações no uso e ocupação do solo (áreas urbanas, agropecuária e biomas naturais). Outra aplicação é a conservação do meio ambiente, uma vez que imagens de satélite podem identificar desmatamentos e queimadas que infringem a legislação ambiental. Outras aplicações são: produção de mapas, meteorologia e previsão de tempo, planejamento urbano, planejamento de propriedades rurais, geopolítica e atividades militares

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s