Fuvest 2018 – segunda fase

Questões e o gabarito da prova da segunda fase da Fuvest 2018.

Questões de geografia e temas correlacionados

Questão 01 (FUVEST 2018)Este mapa da Província de São Paulo foi elaborado em 1886, sob encomenda da Sociedade Promotora da Imigração (SPI).

a) Identifique, no mapa, dois elementos de propaganda empregados pela SPI para atingir seus objetivos.

b) Caracterize sucintamente o quadro econômico e político que motivou a criação da SPI e a elaboração do mapa

Questão 02 (FUVEST 2018) Leia os textos e, em seguida, atenda ao que se pede.

Texto 1Queridos amigos, conhecidos e estranhos, meus conterrâneos queridos e toda a humanidade: Em poucos minutos possivelmente uma nave espacial irá me levar para o espaço sideral. O que posso dizer-lhes sobre estes últimos minutos? Toda a minha vida parece se condensar neste momento único e belo. Tudo que eu fiz e vivi foi para isso!

Yuri Gagarin. Cosmonauta russo da primeira missão tripulada da História, a bordo da Vostok 1, lançada no dia 12 de abril de 1961.

Texto 2

a) Indique a que conquista cada um dos autores se refere e seu significado simbólico no contexto internacional da época.

b) Explique de que maneira cada um dos textos representa a tensão política e os conflitos internacionais dos anos 1960

Questão 03 (FUVEST 2018)

Desde 1930, somente cinco presidentes eleitos pelo voto popular, excluídos os vices, completaram seus mandatos: Eurico Gaspar Dutra (1946-1951), Juscelino Kubitschek (1956-1961), Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff (2011-2014). Quatro não completaram: Getúlio Vargas (1951-1954), Jânio Quadros (1961), Fernando Collor (1990-1992) e Dilma Rousseff (2015-2016). Além disso, sete não foram eleitos pelo voto direto: Getúlio Vargas (1930-1945), Castelo Branco (1964-1967), Costa e Silva (1967-1969), Garrastazu Médici (1969-1974), Ernesto Geisel (1974-1979), João Figueiredo (1979-1985) e José Sarney (1985-1990).

J. M. de Carvalho. Brasil não soube assimilar entrada do povo na vida política, diz historiador. http://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima. Acessada em 10/09/2017.

 A partir do recorte temporal estabelecido pelo autor, indique o período mais extenso de

a) ininterrupta estabilidade democrática, apontando duas de suas características político-institucionais;

b) contínua ruptura democrática, apontando duas de suas características político-institucionais

Questão 04 (FUVEST 2018) A expansão da agropecuária capitalista, no Brasil, referenciada no modelo agroexportador, se consolida territorialmente no que denominamos de Polígono do Agro-hidronegócio, a contar com o Oeste de São Paulo, Leste do Mato Grosso do Sul, Noroeste do Paraná, Triângulo Mineiro e Su-lSudoeste de Goiás. Está-se diante de 80% das plantações de cana-de-açúcar, também de concentração das plantas agroprocessadoras, de produção de álcool e de açúcar do país, bem como de 30% das terras com soja e locais onde se registram os maiores avanços em termos de área com plantações de eucaliptos (…).

Antonio Thomaz Júnior, O Agro-hidronegócio no centro das disputas territoriais e de classe no Brasil do século XXI, CAMPO TERRITÓRIO: revista de geografia agrária, v.5, n.10, p.92, ago. 2010. Adaptado.

a) Indique duas características que definem o agro-hidronegócio no referido Polígono.

b) Apresente duas justificativas para a elevada concentração da produção de cana-de-açúcar brasileira nesta região

Questão 05 (FUVEST 2018)   As figuras representam um mesmo evento chuvoso em três bacias hidrográficas semelhantes e próximas, mas em diferentes situações de cobertura vegetal e de uso da terra.

O gráfico representa o comportamento da vazão dos rios de cada uma das três bacias, após esse mesmo evento chuvoso.

a) Identifique, na página de respostas, qual o número da bacia hidrográfica que corresponde a cada uma das três curvas de comportamento da vazão apresentadas no gráfico: Y, Z e W.

b) Analise e explique a seguinte afirmação, presente em estudos recentes de avaliação do impacto humano em processos físicos da superfície: A forma como utilizamos a superfície terrestre, por si só, já se constitui num quadro de mudança potencial para desencadear eventos extremos com efeitos indesejáveis. Cite um exemplo.

Questão 06 (FUVEST 2018)   Observe, na imagem noturna obtida por satélite, os limites territoriais do país A e países fronteiriços.

a) Identifique o país A e cite uma razão para o fato de esse país, comparativamente a seus fronteiriços, aparecer na imagem como se estivesse às escuras.

b) Explique, citando ao menos dois argumentos de ordem geopolítica, por que os EUA e alguns países da Europa Ocidental consideram esse país uma ameaça global e regional.

Questão 07 (FUVEST 2018)   A Lei de Terras, de 1850, e a legislação subsequente codificaram os interesses combinados de fazendeiros e comerciantes, instituindo as garantias legais e judiciais de continuidade do padrão de exploração da força de trabalho, mesmo que o cativeiro entrasse em colapso. Na iminência de transformações nas condições do regime escravista, que poderiam comprometer a sujeição do trabalhador, criavam as peculiares condições que garantissem, ao menos, a sujeição do trabalho na produção do café.

José de Souza Martins, O cativeiro da terra, 1979. Adaptado.

a) Considerando o contexto social de transformações a que se refere o autor, explique os interesses combinados de fazendeiros e comerciantes que se codificaram na promulgação da Lei de Terras de 1850.

b) Cite e explique um impacto da abolição da escravidão em relação aos processos de urbanização e de industrialização. 

Questão 08 (FUVEST 2018)   A concentração da energia solar só acontece com a irradiação solar direta. Locais com uma disponibilidade de irradiação solar anual acima de  ano e baixa nebulosidade apresentam potencial para a geração heliotérmica (geração de energia elétrica a partir do aproveitamento térmico da energia solar).

Considerando o mapa, responda:

a) Qual é a região brasileira com maior potencial heliotérmico para absorção de energia solar? Explique o potencial heliotérmico da região Amazônica.

b) Cite duas vantagens da geração heliotérmica de eletricidade e explique uma dessas vantagens em comparação com outras fontes de energia utilizadas para esse fim.

Questão 09 (FUVEST 2018)  Estudos sobre os megaeventos esportivos têm demonstrado seu caráter indutor de significativas transformações urbanas nas cidades que sediam os Jogos Olímpicos. Tais intervenções urbanas são realizadas a partir de investimentos financeiros na melhoria de infraestruturas e imagem dessas cidades. De modo geral, esses megaeventos articulam interesses governamentais, industriais e empresariais.

Considerando o exemplo dos Jogos Olímpicos realizados em 2016 na cidade do Rio de Janeiro, atenda ao que se pede.

a) Explique dois impactos dos Jogos Olímpicos na capital fluminense no que se refere à mercantilização da cidade.

b) Cite dois exemplos de estratégias urbanas relacionadas aos interesses governamentais e empresariais. R

Questão 10 (FUVEST 2018)   O mapa representa a Rodovia Interoceânica, conhecida no Brasil como BR-317. Na parte destacada no retângulo, está o trecho dessa estrada que vem sendo utilizado (de forma mais acentuada, de 2010 a 2015) como porta de entrada para o Brasil, de grupos de migrantes vindos da América Central.

a) Identifique o país de origem desse fluxo recente e explique, citando uma razão de natureza física e outra social, para a migração.

b) Explique por que a entrada no Brasil se dá por esse trecho específico da estrada mencionada, considerando, dentre outros elementos, algumas de suas características físicas.

Questão 11 (FUVEST 2018)   Analise o diagrama.

a) Identifique os processos formadores de rochas das fases III e VIb e cite um exemplo de rocha para cada uma dessas fases.

b) Explique a relação entre uma das rochas citadas e o relevo característico dessa rocha, utilizando-se de exemplo no Estado de São Paulo. R

Questão 12 (FUVEST 2018) Migrar, portanto, tem sempre um sentido ambíguo – como uma imposição das condições econômicas e sociais ou ambientais – e, nesse caso, ela aparece no mais das vezes como um dos mais fortes elementos que explicariam uma destinação do ser nordestino, mas também como uma escolha contra a miséria e a pobreza da vida no sertão. Migrar é, em última instância, dizer não à situação em que se vive, é pegar o destino com as próprias mãos, resgatar sonhos e esperanças de vida melhor ou mesmo diferente. O problema está no fato de que, numa vasta produção discursiva, retirou-se do migrante a sua condição de sujeito, como se migrar não fosse uma escolha, como se ele não tivesse vontade própria. Migrar pode ser entendido como estratégia não só para minimizar as penúrias do cotidiano, mas também para buscar um lugar social onde se possa driblar a exclusão pretendida pelas elites brasileiras através de seus projetos modernizantes.

 Isabel C. M. Guillen. Seca e migração no Nordeste: Reflexões sobre o processo de banalização de sua dimensão histórica. Trabalhos para Discussão nº 111. Recife: Fundação Joaquim Nabuco, 2001. Adaptado.

 a) Cite uma obra literária e um filme que tenham tratado do fenômeno mencionado no texto.

b) Identifique as motivações dos fluxos migratórios de nordestinos para a região Norte, na segunda metade do século XIX, e para a região Sudeste, na segunda metade do século XX

Questão 13 (FUVEST 2018) Em 14 de maio de 1930, um jornalista argentino compôs a seguinte crônica, referindo-se à abolição da escravidão no Brasil: Hoje almoçando na companhia do senhor catalão cujo nome não vou dizer por razões que os leitores podem adivinhar, ele me disse:

a) Identifique e explique o estranhamento do cronista argentino.

b) Aponte e explique duas características do processo de abolição da escravidão no Brasil

GABARITO

Resposta da questão 1

a) Os elementos presentes no mapa como propaganda para incentivar a imigração no Estado de São Paulo são: a informação da estrada de ferro em tráfego e a projetada como forma de conexão entre o interior paulista e SP e Santos; o destaque do “terreno despovoado” no oeste de SP indicando a ; informação dos rios navegáveis como facilitação para o deslocamento dentro do estado de SP; e por fim, a indicação no mapa da distância percorrida entre o Rio de Janeiro (capital) em relação a Santos e a relação da distância de Santos a SP.

b) O mapa tem data de publicação em 1886 e o quadro econômico e político responsável pela  criação da SPI é devido ao aumento da produção cafeeira no Brasil, sobretudo em São Paulo, aumentando a necessidade de mão de obra. Nesse mesmo momento, o Brasil cedia a pressão inglesa pela a abolição do tráfico de escravos com a Lei Eusébio de Queiroz, o que fez com que o Brasil adotasse uma política de incentivo à imigração.

Resposta da questão 2

a) O contexto dos dois textos é referente a corrida espacial na Guerra Fria entre Estados Unidos (capitalista) e a União Soviética (comunista). Além da disputa espacial, a Guerra Fria gerava uma disputa econômica, nuclear e ideológica com forte propaganda sobre os modelos de produção (capitalismo e socialismo).

No primeiro texto, de fragmento de Yuri Gagarin trata-se sobre a sua missão espacial que seria a primeira missão mundial com tripulação e organizada pela URSS no ano de 1961. Já no segundo texto, da música de David Bowie, é referenciado sobre a missão espacial norte-americana para a Lua em 1969.

b) No primeiro texto Yuri Gagarin enaltece a grandiosidade da viagem espacial e de certa forma enaltece a conquista pessoal e da União Soviética com a possibilidade da ida ao espaço. No segundo texto o trecho da música destaca de forma estranha, questionadora e irônica o significado da viagem à Lua (O Planeta é azul\ e não há nada que eu possa fazer). O questionamento trata-se sobretudo da política externa norte-americana na Guerra Fria com a corrida espacial com exorbitantes gastos com inovação tecnológica espacial.

Resposta da questão 3

a) O recorte temporal acima destaque o período com maior estabilidade democrática a Nova República, a partir de 1985. A característica da Nova República é marcada pela redemocratização brasileira com a transição do governo ditatorial, eleição direta para presidente e outros cargos, independência dos poderes e a promulgação da Constituição de 1988.

b) O período de contínua ruptura democrática é principalmente entre 1964 a 1985 e a característica político-institucional marcante é a eleição indireta para a presidência com a promulgação da Constituição de 1967, criação de Atos Institucionais como o nº5 em que cassava mandatos, suspendia direitos políticos e limitação do direito do habeas corpus entre outros exemplos.

Resposta da questão 4

a) O agro-hidronegócio é um termo que entende a água como matéria-prima essencial da cadeia produtiva e que o uso da água (no seu estado líquido) se transforma em produtos. As características do agro-hidronegócio no Polígono são as: terras férteis, mecanização, investimentos estatais e privados (do agronegócio), ocupação do agro-hidronegócio na terra de regiões com a presença hídrica por meio de barragens, grandes rios, lagos e aquíferos, e da presença regular da chuva.

b) As justificativas para a elevada concentração da produção canavieira na região são: incentivos fiscais para a produção do etanol, logística na exportação, mercado consumidor próximo, solos férteis e investimentos tecnológicos

Resposta da questão 5

a) A correspondência de cada curva são:

  • Y-2 ( sem cobertura vegetal a vazão da água é maior, ou seja, maior fluxo de água em menor tempo);
  •  Z-1 (com plantação de pequeno porte a vazão de água é menor, em comparação a uma área sem cobertura vegetal, porém, a vazão é mais rápida quando comparada a uma área com floresta;
  •  W-3 (com floresta a vazão da água é menor (menor fluxo) e um maior tempo).  

b) A forma em que utilizamos o espaço geográfico pode alterar o ambiente natural seja pela retirada da cobertura vegetal, como destacado na imagem, e a também por meio da impermeabilização do solo com o asfalta que aumenta a vazão da água provocando alagamentos e enchentes.

Resposta da questão 6

a) O país destacado é a Coreia do Norte. A razão para a Coreia do Norte aparecer como se estivesse às escuras é o subdesenvolvimento do país com baixo desenvolvimento industrial, fraca urbanização e predomínio do setor agrícola, péssima infraestrutura energética, baixo poder aquisitivo populacional e fraco poder de consumo e entre outros.

b) A Coreia do Norte é considerada como ameaça global e regional devido a sua forte tendência bélica com a fabricação de armas nucleares e mísseis de médio e longo alcance como forma de mostrar um desenvolvimento nuclear e a intimidar os países vizinhos e rivais como a Coreia do Sul e Japão e os Estados Unidos. A China e a Rússia são países aliados da Coreia do Norte o que possibilita um conflito a nível global e a uma ameaça global. E ainda é possível destacar que o início do conflito da Coreia do Norte e Coreia do Sul é derivado da Guerra da Coreia (1950-1953) durante a Guerra Fria, em que a divisão entre os países coreanos foi dividido entre as potências EUA (capitalista- Coreia do Sul)e URSS (socialista- Coreia do Norte) e o fim da guerra em 1953 foi apenas uma suspensão do combate, com Armistício de Paz de Pan Munjon, o que ainda mantem uma tensão militar na península coreana.

Resposta da questão 7

a) A promulgação da Lei de Terra de 1850 objetivava que o único meio de acesso à terra seria mediante a compra. Entre os interesses da elite brasileira com a Lei de Terras destacam-se: a dificultar o acesso à terra de negros alforriados e dos imigrantes (garantindo a mão de obra barata para a cafeicultura e posteriormente para a indústria), a manutenção do latifúndio e da hereditariedade da terra.

b) A Lei de Terras de 1850 e a abolição da escravatura em 1888 proporcionou que os negros alforriados tornassem marginalizados na sociedade. Com a urbanização e industrialização, o negro alforriado viveu sem condição de qualificação, o que dificultava o acesso a bons empregos na indústria, levando-os a empregos com baixa qualificação e remuneração. O caro custo de vida na cidade levava os alforriados e seus descendentes a ocuparem e fixarem em espaços de pobreza como as periferias e aos aglomerados subnormais como a favelização.

Resposta da questão 8

a) A região brasileira com maior potencial heliotérmico para absorção de energia solar é a região Nordeste, sobretudo no Sertão Nordestino. O potencial heliotérmico da região Amazônica é baixo devido a extensa cobertura vegetal que proporciona uma elevada evapotranspiração e consequentemente uma forte nebulosidade e pluviosidade, ocasionando menor potencial heliotérmico.

b) Dentre as vantagens da geração heliotérmica de eletricada destaca-se: a energia heliotérmica é renovável, limpa, baixo custo de manutenção da produção e a instalação da usina é de baixo impacto ambiental. A energia heliotérmica tem inúmeros benefícios comparativos tais como: os combustíveis fósseis como o carvão e o petróleo, mais utilizados no mundo, são fontes não-renováveis e possuem maior grau de emissão de gás carbônico. A energia nuclear embora limpa em sua geração de energia tem um alto custo de manutenção da produção e de tecnológica de segurança. Já em comparação a energia hidroelétrica, o impacto ambiental é enorme.  

Resposta da questão 9

a) Os impactos dos Jogos Olímpicos na capital fluminense referente à mercantilização da cidade são: aumento das intervenções estruturais na rede urbana como nos setores de transporte de moradores e turistas, o processo de gentrificação – que desloca parte da população de aglomerados subnormais (favelas),  aumento do investimento de revitalização de áreas para turistas e de áreas portuárias.

b) Os exemplos de estratégias urbanas relacionadas aos interesses governamentais e empresariais são: a instalação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) como forma de garantir a segurança pública dos turistas e da economia, investimento em transportes por meio de ônibus, ciclovias, metrô e aeroporto.

Resposta da questão 10           

a) O país de origem desse fluxo recente é o Haiti. A razão de natureza física e social é devido ao terremoto em 2010 que provocou enorme destruição no país, aumentando ainda mais a miséria da população e gerando saques e outras violências com a população haitiana. 

b) A entrada de imigrantes haitianos na rodovia interoceânica é devido a vulnerabilidade da fronteira com uma fiscalização ineficaz devido a extensão da rodovia na fronteira entre Peru, Bolívia e Brasil e, bem como, da floresta equatorial, permitindo a ação de grupos de tráfico que mediante pagamento facilitam a entrada de imigrantes.  

Resposta da questão 11

a) A fase III é a sedimentação e seus exemplos são o arenito, calcário e areia. Já a fase Vlb é  a solidificação como processo formador de rocha e o seu exemplo é o basalto.

b) No caso das rochas de arenito e basalto são encontradas no Planalto Ocidental, também chamado de Planalto Arenito-Basáltico, no oeste do estado de São Paulo.

Resposta da questão 12

a) Pode-se citar a obra literária Vidas secas de Graciliano Ramos e o filme Vidas secas de Nelson Pereira dos Santos.  

b) Dentre os motivos dos fluxos migratórios de nordestinos para a região Norte na segunda metade do século XIX pode-se destacar o “boom da borracha” que demandava mão de obra barata para extração da borracha das seringueiras, bem como, de uma dura seca no nordeste em 1870.

Já o fluxo nordestino para o sudeste na segunda metade do século XX é devido ao processo de industrialização e urbanização na região sudeste brasileira, que demandava de mão de obra barata e ofertava uma grande oportunidade de emprego e crescimento econômico

Resposta da questão 13

a) O cronista estranhou o pouco tempo da abolição da escravatura no Brasil, já que a maioria dos países latinos-americanos já tinham abolidos sua escravidão entre 1820 a 1850, enquanto o Brasil tornara-se o último país da América a abolir a escravidão. O exemplo do trecho que destaca o estranhamento do cronista é: “Quarenta e dois anos? Não é possível…” ou “Não será possível! O senhor deve estar enganado. Não será o ano de 1788… Olhe: acho que o senhor está enganado. Não é possível.”.

b) As características do processo de abolição da escravidão no Brasil é decorrente principalmente de pressão britânica sobre Portugal desde 1810 para abolição da escravatura, cujo propósito  britânico é para aumentar o mercado consumidor (substituindo o escravo pelo trabalhador assalariado).

São ao todo 4 leis brasileiras que discutia o regime escravagista no Brasil. A primeira foi de 1850, conhecida como Lei de Eusébio de Queiróz, que extingue somente o tráfico negreiro. Em 1871 é aprovada a  Lei do Ventre-Livre que livra da escravidão os filhos de escravas que nascessem a partir da validação da Lei. Já em 1885 é feita a terceira lei, chamada de Lei dos Sexagenários, libertava os negros com mais de 65 anos da escravidão. E por fim, a quarta lei, que foi assinada em 1888 e foi chamada de Lei Áurea foi responsável pela total abolição da escravidão no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s