Noruega se recusa a perfurar poço bilionário de petróleo

O maior partido do parlamento norueguês chocou a indústria petrolífera do país, depois de retirar o apoio à perfuração exploratória das ilhas Lofoten, no Ártico, consideradas uma maravilha natural

Segundo O Globo, o anúncio do governo norueguês causou estranheza com a oposição (defensora da exploração do petróleo) e dentro do Partido dos trabalhadores, cujo partido é o que possui maior quantidade de deputados e foi o principal defensor da medida.

A estatal Equinor ASA, maior produtora de petróleo da Noruega, afirmou que o acesso ao fornecimento de petróleo em Lofoten é primordial para o país manter os níveis de produção. Estima-se que exista de 1 a 3 bilhões de barris de petróleo abaixo do fundo do mar no arquipélago de Lofoten. Em contrapartida da riqueza de combustível fóssil, o arquipélago é considerado uma maravilha natural.

 Atualmente, a Noruega bombeia mais de 1,6 milhão de barris de petróleo por dia em suas operações e está entre os 20 maiores produtores do mundo e 57% das exportações .

Em março de 2019, a Noruega vendeu suas participações do Fundo Soberano, o maior fundo do mundo para exploração do petróleo, para outras empresas de petróleo, com a intenção de diminuir a participação do país escandinavo sobre a dependência do petróleo.

Fonte: O Globo (12 de abril de 2018), G1 (08 de março de 2019) e FSP (11 de setembro de 2017)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s